Palavra de Gestor: Ética e Colaboração

Thyr Rodrigues é estudante de Administração da PUC-Rio e capitão da equipe de basquete desta universidade, além de Estagiário da Confederação Brasileira de Basquete.

ERA: Como estimular um ambiente de colaboração focado em resultados?

THYR: Pela minha vivência no basquete (joguei nas categorias de base durante 6 anos e na faculdade jogo há 4 anos, sendo 3 como capitão da equipe), tentarei fazer um paralelo entre o ambiente empresarial e o de uma equipe de esporte de competição. Apesar de ocupar um cargo de estagiário dentro da Confederação, estou sempre atento as oportunidades para tentar motivar o ambiente da mesma forma como faço em quadra.

Pessoalmente, acredito muito na comunicação como uma das principais formas de estímulo existente. As conversas informais, o papo de corredor, ou de vestiário, como preferir, é perfeito para conhecer melhor seus companheiros. A partir delas, aprende-se que é possível “pescar” interesses e características que serão, futuramente, a porta de entrada para o estímulo. Cada companheiro de equipe possui estilos, interesses e humores diferentes e cabe a quem busca estimulá-los saber o caminho certo para abordá-los.

Essa comunicação permite que todos compreendam seu papel e a importância do mesmo para a equipe alcançar o resultado desejado. Todos participam dos treinos, viagens, reuniões e horas de almoço e cada um, da sua forma, contribui em igual importância para a vitória ou derrota.

No basquete, existem jogadores que são especialistas em arremessos de 3 pontos. Em geral, não correm tanto ou pulam tão alto quanto seus companheiros e acabam sendo menos utilizados durante as partidas mas, quando o placar está apertado e o cronômetro zerando, é na mão deles que o técnico quer que a bola esteja.

É de extrema importância, portanto, que o treinador deixe bem claro a esses jogadores qual a sua importância para que se sintam estimulados e que a falta de tempo em quadra não afete sua pontaria. Da mesma maneira, algum colaborador que exerce uma tarefa muito operacional pode não enxergar sua importância dentro da empresa, mas quando os prazos estão vencendo é preciso que ele esteja estimulado para desempenhar sua função da melhor forma possível.

Importante também é buscar uma forma de “transformar” os resultados a serem atingidos para que eles não caiam na mesmice ou pareçam inalcançáveis. O resultado parece difícil demais para ser atingido? Quebre-o em diversos pequenos objetivos. As metas são de muito longo-prazo? Estabeleça objetivos de curto e médio prazo.

Jogos de basquete têm placar largo e não é incomum observarmos diferenças de 10 ou 20 pontos. Uma das frases que mais ouvi durante as partidas foi: não existe ataque de 20 pontos! São os passes certos, as defesas bem executadas e os rebotes conquistados que vão, um por um, revertendo o resultado negativo.

ERA:  Que diretrizes éticas são necessárias para manter um ambiente colaborativo?

THYR: Acredito que podemos citar como diretrizes o respeito ao seu próprio limite e ao limite do próximo, a transparência das relações e estímulo das qualidades singulares de cada um.

ERA: Quais conflitos podem surgir entre interesses individuais e coletivos num grupo e como gerenciá-los?

Para os que gostam e sabem de basquete, a história é conhecida: Michael Jordan, o jogador de basquete mais conhecido de todos os tempos, começou a jogar profissionalmente no ano de 1985. Durante seus 6 primeiros anos de carreira ele conquistou todos os tipos de premiações individuais que um jogador poderia ganhar: cestinha, melhor jogador da temporada, melhor defensor da temporada, melhor jogador do jogo das estrelas (partida comemorativa realizada com os melhores jogadores dos times do Leste Norte-Americano contra os melhores dos times do Oeste), campeão do torneio de enterradas, maior ladrão de bolas, novato do ano etc.

O sucesso pessoal, no entanto, sobrepunha o coletivo e seu time não chegou nem perto de conquistar um título durante esses 6 anos. Foi com o passar do tempo e a chegada de um técnico diferenciado (Phil Jackson, técnico com maior número de títulos na história da NBA, em um total de 10) que Jordan aprendeu que seus resultados individuais não seriam o suficiente para atingir o objetivo maior: o título de campeão.

Jackson não impôs que a estrela deveria abandonar seus resultados individuais, pelo contrário, seu sucesso pessoal era e foi de extrema importância para os resultados do time. No entanto, era preciso que Jordan abrisse espaço para que os outros jogadores também atingissem seus resultados pessoais para que o sucesso coletivo fosse atingido. Às vezes era necessário estar menos tempo em quadra, outras, deixar de fazer coisas que Michael gostava mais (jogadas individuais, quantidade de arremessos, por exemplo) e focar nas que lhe davam menos prazer e mais resultado para a equipe.

Muitas vezes os resultados bem sucedidos individuais são conflitantes com os coletivos e é justamente nesse momento que surgem os conflitos: de tempo e interesse.

Acredito que a melhor forma de solucioná-los, no que diz respeito às organizações, seja a empresa garantir uma certa liberdade aos colaboradores de modo que eles possam perseguir seus objetivos pessoais em paralelo com os coletivos, desde que ambos não sejam antagônicos. Muito já foi dito pelos especialistas em motivação sobre os efeitos positivos em cima dos resultados coletivos quando há espaço para os indivíduos buscarem suas metas individuais. Um dos casos mais conhecidos é, sem dúvida, o da Google, que incentiva seus colaboradores a dedicarem 20% do tempo que estão no escritório a projetos pessoais.

É importante ficar claro que o resultado coletivo vem da junção de diversos resultados individuais coordenados e, para atingir esses resultados da melhor forma possível, os indivíduos devem estar motivados. Para tanto, as pessoas que compõem o grupo devem ter espaço para sentirem-se realizadas com relação as suas próprias aspirações e sonhos.

  • Print
  • Digg
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Add to favorites
  • email
  • Google Buzz
  • LinkedIn
  • Orkut
ERA
ERA
Related Posts

Leave a Comment